Doação de sangue:

Animais de estimação também têm tipos diferentes de sangue entre eles. Os cães possuem 13 tipos (algumas frentes de pesquisa já apontam para vinte), já os gatos, apenas três. Mas, apesar dessa grande variedade de perfis sanguíneos, há uma prevalência de alguns tipos nas duas espécies. Nos gatos, os tipos sanguíneos são A, B e AB.

Nos cães, a classificação é um pouco distinta. Os 13 tipos compõem o sistema DEA (sigla em inglês para Dog Eritrocyte Antigen, ou Antígeno Eritrocitário Canino), com nomenclatura numeral – por exemplo, DEA 1, DEA 1.1, DEA 3. A prevalência de cada um é muito variada.

Para se tornar um doador de sangue, o pet precisa preencher alguns pré-requisitos. Isso garante que a retirada seja feita de maneira segura, tanto para a saúde dele quanto para a do animal que vai receber o sangue. Confira abaixo os pré-requisitos.

🐶 Cães: ter entre 1 e 7 anos de idade e mais de 25 quilos. Precisa ser dócil, vacinado, vermifugado e ter feito controle de pulga e carrapato. É possível retirar até 20mL de sangue por quilo, sem prejudicar sua saúde. A doação pode ser realizada em intervalos de 60 dias.

🐱 Gatos: ter mais de 4,5kg. Precisa estar vacinado, com vermífugo e ter feito controle de pulga e carrapato. Também não pode ter passado por procedimentos cirúrgicos recentes. É possível retirar de 10 a 15mL de sangue por quilo, sem prejudicar sua saúde. A doação pode ser realizada em intervalos de quatro meses.

 

Horário de Funcionamento

Hospital Veterinário: 24h
Centro de Estética
Segunda a Sábado das 8 às 17h
Domingo das 8 às 13h
Pet Shop
Segunda a Sexta das 8 às 19h
Sábado das 8 às 18h
Domingo das 8 às 13h