MS confirma primeiro caso de raiva em humano dos últimos 20 anos

A cidade de Corumbá, em Mato Grosso do Sul, está em alerta por causa de um surto de raiva. A doença atinge só os mamíferos. Apesar de ser mais comum em animais, como cães, pode ser transmitida para as pessoas.

No domingo (19), saiu a confirmação de que um homem, de 38 anos, foi diagnosticado com raiva. Ele teria sido mordido por um cachorro doente em Corumbá e transferido para Campo Grande. O estado não registrava um caso da doença em humanos há mais de 20 anos.

Corumbá vive um dos momentos mais delicados na saúde pública. Com oito casos de raiva confirmados em cães e um em um boi, a cidade vive um surto da doença. O caso mais recente aumentou a preocupação.

Depois de 20 anos, Mato Grosso do Sul registra um novo caso de raiva humana. O homem de 38 anos, que estava internado em Corumbá e foi transferido para o hospital Universitário de Campo Grande, foi diagnosticado com a doença no domingo (19). Segundo informações da Secretaria de Saúde de Corumbá, o homem foi mordido por um cão no bairro Vitória Régia e só procurou uma unidade de saúde depois de 45 dias.

“Ele foi internado no dia 13 na Santa Casa, imediatamente a gente comunicou aos infectologistas que dão apoio técnico para o nosso município. A partir daquele momento a gente já seguiu o protocolo de acordo com orientação do Ministério da Saúde”, diz Dinaci Ranzi, secretária de saúde de Corumbá.

Para tentar conter o avanço da raiva o município segue o protocolo do Ministério da Saúde em casos de surto da doença. O Centro de Controle de Zoonoses agora faz a vacinação de porta em porta. Os animais que ficam soltos nas ruas estão sendo recolhidos. No Brasil, os últimos casos de raiva humana foram registrados em 2013 no Maranhão e no Piauí.

O estado de saúde do homem é grave. Ele está isolado no hospital, em coma induzido e respirando por aparelhos.

Fonte: Hora 1

Horário de Funcionamento

Hospital Veterinário: 24h
Centro de Estética
Segunda a Sábado das 8 às 17h
Domingo das 8 às 13h
Pet Shop
Segunda a Sexta das 8 às 19h
Sábado das 8 às 18h
Domingo das 8 às 13h